09 nov 2020

História do telefone no Brasil. Você conhece?

Desenvolvido em 1876 pelo escocês Alexander Graham Bell a partir de um protótipo do inventor italiano Antonio Meucci, o telefone revolucionou a forma como as pessoas se comunicam ao redor do mundo. Vários países imediatamente se interessaram em levar a nova tecnologia para seus territórios.

Mas você sabe como e quando o telefone chegou ao Brasil? Para ficar por dentro dessa trajetória, confira, a seguir, a lista que preparamos com os momentos mais importantes da história do telefone em terras brasileiras.

O primeiro telefone do Brasil

A primeira exibição do telefone para o público ocorreu em 4 de julho de 1876, na Exposição do Centenário da Independência dos Estados Unidos. D. Pedro II, então imperador do Brasil, era um dos presentes no evento e logo se encantou pela novidade. Seu grande interesse ajudou a atrair a atenção de muitas pessoas que ali se encontravam, e a invenção foi um sucesso junto ao público. D. Pedro II decidiu levar a novidade para solo brasileiro e, em 1877, foram instaladas as primeiras linhas telefônicas do país, ligando o Palácio da Quinta da Boa Vista à residência dos ministros do imperador. Estava inaugurada a telefonia no Brasil.

O surgimento das centrais telefônicas

O Rio de Janeiro foi a segunda cidade do mundo a ter uma linha telefônica, depois de Chicago, nos Estados Unidos. O aparelho se popularizou de forma rápida no Brasil, e o aumento do número de linhas gerou a necessidade da implantação de centrais telefônicas. Operadas por telefonistas, as centrais conectavam manualmente os telefones dos usuários, e assim eram feitas as ligações.

Após o Rio de Janeiro, os estados de São Paulo e Rio Grande do Sul também receberam centrais telefônicas, e as ligações interestaduais se tornaram cada vez mais comuns. Essa época também marca a início da exploração comercial da atividade de telefonia, através de concessões do governo.

A evolução dos aparelhos

O final do século XIX e os primeiros anos do século XX foram de muitos estudos sobre o telefone. Inventores de vários lugares do mundo buscavam formas de aperfeiçoar o aparelho, visando melhorar tanto sua aparência quanto seu funcionamento. Nesse sentido, o surgimento dos telefones com discos numéricos merece destaque. Esses discos emitiam pulsos que tornavam possível a discagem direta entre duas pessoas, eliminando a necessidade das centrais telefônicas operadas por telefonistas.

Por volta do ano de 1963, com o surgimento da tecnologia DTMF (Dual-tone multi-frequency signaling), os telefones de disco foram gradativamente substituídos pelos providos de teclado numérico. Os teclados numéricos facilitaram a discagem e, desde então, se tornaram o padrão na telefonia, sendo usados até os dias de hoje nos mais variados aparelhos.

O telefone celular

A telefonia sempre procurou formas de superar seus limites e evoluir. Nesse contexto, surgiram, em 1947, os primeiros protótipos do que viria a ser o telefone celular. Propagando os sons emitidos através de ondas eletromagnéticas ao invés de cabos físicos, esse aparelho portátil ganhou popularidade no mundo principalmente a partir da década de 1990.

O telefone celular tem seu uso bastante difundido no Brasil. Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), ao final de 2019, o país possuía mais de 235 milhões de linhas de telefonia móvel em uso ativas, média de aproximadamente 1,1 por habitante.

As telecomunicações ganharam cada vez mais relevância com o passar do tempo, se tornando parte do dia a dia de empresas e pessoas, facilitando negócios e aproximando os interessados em se comunicar. O telefone trouxe uma mudança no funcionamento das relações ao redor do mundo, e espera-se, para os próximos anos, ainda maiores evoluções em aparelhos e tecnologias relacionadas a esse aparelho de vital importância para a civilização moderna.

E então, o que você achou de conhecer mais sobre a história do telefone no Brasil? Fique à vontade para dividir sua opinião conosco aqui nos comentários. Será um prazer te ouvir!

One thought on “História do telefone no Brasil. Você conhece?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *